Vacinas viajante

O prazer de viajar não deve ser ensombrado por percalços de saúde. Daí que valha a pena prevenir riscos e nada como consultar o seu médico para se informar das medidas preventivas necessárias antes de partir para países tropicais ou subtropicais. Sempre que necessário será orientado para consultas específicas do viajante que funcionam um pouco por todo o país: informações úteis, algumas medicações e vacinas permitir-lhe-ão viajar com muito mais tranquilidade.

No que se refere a vacinas para o viajante há algumas, de que é exemplo a vacina da febre amarela, que são mesmo obrigatórias na deslocação para alguns países onde existe risco da doença. Nessa situação a vacina terá que ser administrada a não ser que haja contra-indicação médica, devendo nesse caso ser emitida uma escusa médica. Outras, consideradas vacinas específicas para o viajante, são recomendadas em determinadas circunstâncias, que dependerão das condições de saúde de quem viaja, do local de destino e tempo de permanência entre outros aspectos: vacina da hepatite A, da febre tifóide, da encefalite japonesa, da encefalite da carraça, entre outras. Mas também as vacinas, ditas de rotina, tem nesta consultas a oportunidade de serem actualizadas.

Assim, vale a pena pedir ajuda médica antes de viajar para locais em desenvolvimento e/ ou com risco de doenças tropicais. A prevenção de muitas doenças, em particular infecciosas, é possível. As vacinas são uma das formas de o fazer com eficácia e segurança.

Dra. Cândida Abreu
Médica do Serviço de Doenças Infecciosas
Hospital S. João & Faculdade de Medicina do Porto