Febre amarela

A febre amarela é uma infecção causada por um vírus do género Flavivírus que é transmitido através da picada de um tipo de mosquito. Esta doença existe endemicamente nas regiões tropicais da América do Sul e África Sub Saariana. Frequentemente ocorrem epidemias que podem infectar mais de 20% da população não vacinada.

Após a picada do mosquito infectado, os sintomas surgem 3 a 6 dias depois. Febre alta, calafrios, mau estar geral, dores de cabeça e dores musculares, vómitos e falta de apetite são os sintomas predominantes na fase inicial da infecção; estes sintomas duram 4 ou 5 dias e na maioria das pessoas passam espontaneamente. Num pequeno número de pessoas, a infecção progride para um quadro de falência de diversos órgãos, com icterícia e insuficiência hepática, hemorragias, insuficiência renal, alterações do estado de consciência, convulsões, coma e morte. Nos casos mais graves a mortalidade pode ser superior a 50% dos infectados.

O termo “amarela” vem da cor que a pele e os olhos adquirem nas situações mais graves, devido à icterícia.

Não há tratamento específico para esta doença; contudo existe uma vacina eficaz na prevenção da infecção. São também aconselhadas medidas gerais para diminuir a exposição aos mosquitos (repelente, rede mosquiteira).

Dra. Ana Mouzinho
Assistente Hospitalar Graduada
Unidade de Infecciologia Pediátrica, Hospital Santa Maria, Lisboa